Clipping Service

Cientistas criam pulseira que transforma calor do corpo em eletricidade

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O Instituto de Tecnologia de Harbin, na China, desenvolveu uma pulseira com um gerador termoelétrico (TEG) que consegue converter o calor do corpo em eletricidade — o suficiente para acender um LED, componente eletrônico semicondutor.

Os geradores termoelétricos têm um material rígido, algo que Qian Zhang, profissional que trabalhou com TEGs por mais de uma década. Entre magnésio e bismuto, materiais que compõem o gerador, eles colocaram poliuretano e um eletrodo flexível, fator que conseguiu transformar o objeto em uma pulseira que envolve o punho humano.

A pulseira, de apenas 115 mm de comprimento e 30 mm de largura, usa a diferença entre a temperatura da pele e a temperatura ambiente para gerar energia.

A expectativa é que, no futuro, a tecnologia consiga ser aplicada em relógios inteligentes e acabar com a bateria tradicional. Além disso, Zhang acredita que “o fornecimento de energia é sempre um grande problema” e espera que sua criação possa ajudar a aliviar a crise de energia mundial.

Na sua melhor performance, o dispositivo consegue gerar 20,6 microwatts por centímetro quadrado, o suficiente para acender um LEG ligado à pulseira. “A temperatura ambiente afeta muito o desempenho”, acrescenta Zhang, que diz que o inverno é a melhor estação para o uso do aparelho, já que a diferença das temperaturas do ambiente e do corpo são maiores.

O aparelho pode ser enrolado e desembrulhado no braço mais de 10.000 vezes sem afetar o desempenho. Nenhum efeito adverso foi registrado durante os testes em usuários.

Fonte:
Exame;

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *