Monthly Archives: maio 2020

uber

Uber cria fundo de R$ 32 milhões para ajudar motoristas e entregadores no Brasil

By | Releases | No Comments

Medidas já anunciadas pelo Uber serão mantidas pelo fundo como a compra de kits de higiene e a ajuda financeira parar trabalhadores afastados por conta do coronavírus

Nesta terça-feira (26/05), a empresa anunciou a criação de um fundo de R$ 32 milhões para apoiar entregadores e motoristas do aplicativo Uber e Uber Eats durante a pandemia de coronavírus.

A Uber também anunciou um investimento de R$ 7 milhões que será direcionado a viagens gratuitas para voluntários que doarem sangue e para profissionais de saúde em serviço.

Na ultima semana a empresa já havia anunciado que cerca de US$ 19 milhões foram direcionados em todo o mundo para atender necessidades de parceiros durante a pandemia. Segundo a Uber, mais de 1 milhão de pessoas utilizam o aplicativo como forma de trabalho no Brasil.

O fundo de R$ 32 milhões vai dar continuidade a serviços já implementados pela empresa, como o oferecimento de kits de limpeza e higiene para motoristas e entregadores e a ajuda financeira para o colaborador que precisar parar suas atividades. Além disso, medidas como a gratuidade de viagens para setores de saúde e doadores de sangue e plasma (no caso de quem já foi curado da covid-19) e investimentos em pequenos e médios estabelecimentos que estão no Uber Eats fazem parte do plano de ajuda.

Fonte:

Estadão;

Mascara com fibra de carbono

Pesquisadores israelenses criam máscara que mata coronavírus

By | Releases | No Comments

Máscara criada por pesquisadores israelenses usa eletricidade para matar coronavírus e evitar o seu descarte a curto prazo

A máscara, criada por cientistas da Faculdade de Ciências e Engenharia de Materiais da Technion, em Israel, usa a carga elétrica provida por um carregador de celular para aquecer uma camada de fibra de carbono para destruir possíveis patógenos presentes nela.

O grupo de engenheiros já fez um pedido de patente nos EUA, de acordo com o jornal “The Telegraph”, e esperam vendê-la por apenas um dólar (aproximadamente 5,46 reais).

Esse produto, por possuir uma vida útil mais longa, colabora para reduzir o impacto ambiental causado por máscaras descartáveis, já que ela poderá ser reutilizada diversas vezes, enquanto as máscaras descartáveis, possuem um uso único e são, normalmente, produzidas com polipropileno, que demora até 200 anos para se degradar na natureza e gera microplásticos nocivos a saúde humana e animal.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta semana um projeto que obriga o uso de máscaras de proteção individual em todo o Brasil durante a pandemia. A regra deverá ser observada em espaços públicos, transporte coletivo e locais privados acessíveis ao público.

Com o uso obrigatório de máscara é possível que o número de máscaras descartadas de maneira incorreta aumente, então é fundamental o uso de máscaras com uma vida útil maior para evitarmos o acúmulo de entulho nas ruas.

Fonte:

O Globo;

Vacina contra o coronavirus

A Primeira Vacina Testada Em Humanos Contra O COVID-19 Tem Resultados Positivos

By | Releases | No Comments

A Vacina criada pela empresa de biotecnologia Moderna teve resultados positivos na vacina, mas ainda serão necessárias outras etapas de análise.

Os primeiros testes em humanos para uma vacina contra o COVID-19 apresentou resultados positivos, disse a empresa americana de biotecnologia Moderna. Os testes foram feitos na semana do dia 16, em março e recrutou 45 adultos saudáveis de 18 a 55 anos. Cada voluntário já recebeu duas doses da vacina.

No dia 18 de maio a empresa afirmou que os oito primeiros voluntários apresentam resposta imunológica semelhante à de pacientes recuperados da doença. A empresa de biotecnologia Moderna está usando o material genético, RNA mensageiro. O nome dado a vacina é mRNA-1273.

O grupo de voluntários saudáveis que recebeu a imunização desde março não apresentou efeitos colaterais graves. A empresa afirmou que a vacina está seguindo um rápido cronograma de estudos. A segunda fase da testagem, com 600 pessoas, iniciará em breve. Em julho, está previsto o início de uma etapa ainda maior, com milhares de voluntários saudáveis.

Os resultados foram positivos e se todos os testes seguem este padrão a vacina ficará disponível para uso genérico no final deste ano ou no início de 2021.

Fonte:

Veja;

Montagem Respirador

Respirador de Baixo Custo Passa Por Novo Teste Antes De Ir À Anvisa

By | Releases | No Comments

Lembra do respirador pulmonar mostrado nesse post? O aparelho poderá ser produzido por apenas 1.000 reais em 2 horas mas antes será necessário ter uma placa trocada antes de ser submetido a aprovação da anvisa, que pode levar 20 dias.

O respirador de baixo custo produzido pela USP (apresentado nesse post do nosso blog), ainda vai passar por novos testes laboratoriais antes de ser submetido à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Segundo a Anvisa, não foi feito nenhum protocolo formal do processo de registro do produto. A agência também afirmou já fez duas reuniões com os pesquisadores que resultou na troca de uma das placas eletrônicas do produto

A Anvisa disse que o produto entrará numa fila prioritária já que não há outros itens na mesma fila de produtos ligados ao COVID-19. A expectativa é que após o respirador ser protocolado a análise e leve cerca de 20 dias.

Produção em Grande Escala

Os novos testes serão mais uma etapa do desenvolvimento do Inspire, nome dado ao respirador. Em abril, o projeto foi aprovado após testes com quatro pacientes do Incor (Instituto do Coração). O respirador foi considerado aprovado em todos os modos de uso e não houve nenhum problema com os pacientes ventilados.

O ventilador pulmonar é criado por meio de parceria da USP com outras instituições. A universidade, juntamente com o CTMSP (Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo) pretende iniciar a produção em escala do aparelho.

Segundo divulgação feita pela USP no dia 8 de maio, a previsão era que, em duas semanas, os primeiros aparelhos pudessem já ser distribuídos. A estimativa, no entanto, poderá ter que ser revista, uma vez que a equipamento ainda dependerá da tramitação de um processo interno na Anvisa, sem data para começar.

Fonte:

R7;

Covid teste

100 Pacientes Imunizados São Voluntários Em Pesquisa Sobre Coronavírus

By | Releases | One Comment

Voluntários que se curaram do COVID-19 doam sangue para estudos de anticorpos resistentes a doença.

A corrida uma forma de imunização em massa contra o covid-19 conta com dezenas de grupos de cientistas no mundo, com iniciativas de pesquisas de vacinas que precisam de pessoas que se ofereçam como voluntários para testes e outras que se transformam em doadores voluntários de sangue para bancos de estudos.

Enquanto no exterior grupos buscam por interessados, no Incor, em São Paulo, pesquisadores em conjunto com a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), chefiados pelo médico Jorge Kalil e Edecio Cunha Neto, já reúnem um grupo de cem voluntários que doaram sangue para um banco de material a ser estudado em busca de anticorpos resistentes ao vírus.

Pagamento

Kalil publicou vídeo com chamamento para voluntários que já tiveram a doença para doação de sangue. E divulgou o endereço na web para inscrições de interessados: iii.org.br/coronavírus. Segundo o coordenador do Incor/USP/Unifesp, não há qualquer pagamento a doadores.

Já nos Estados Unidos, as chamadas cobaias recebem até 100 dólares para participar dos testes contra o vírus. Utilizando plataformas como a 1Day Sooner.

De acordo com reportagem do domingo passado do programa Fantástico, da TV Globo, pelo menos dois brasileiros fariam parte desse grupo, um homem do Rio Grande do Sul e uma mulher do Rio de Janeiro.

Fonte:

Exame;

lhama

Em Testes, Anticorpo Encontrado em Lhamas Impede o Novo Coronavírus de Infectar Células Humanas

By | Releases | No Comments

O anticorpo impediu o novo coronavírus de infectar células humanas em teste de laboratório e poderá ser usado para criação de um novo remédio para tratar o COVID-19

Nesta quarta-feira (06/05) um grupo de pesquisadores belgas e norte-americanos descobriram um anticorpo presente em lhamas que consegue neutralizar o vírus causador do covid-19, impedindo que ele infecte células humanas. Os testes foram feitos em laboratório fora do corpo humano ou de animais, mas a equipe se prepara para os testes pré-clínicos (em animais).

O anúncio foi feito pelo Centro para Biotecnologia Médica VIB-UGent, mostrou que o anticorpo encontrado na lhama impede o vírus de se reproduzir já que ele se conecta a proteína que o vírus utiliza para infectar as células humanas.

“Este é um passo muito importante na luta contra a covid-19, tornada possível pela união de forças (dos dois laboratórios)”, afirmou Saelens, pesquisador belga que lidera a pesquisa.

Anticorpos X Vacina

As pesquisas contra o coronavírus ocorrem em diferentes frentes. Enquanto alguns pesquisadores tentam utilizar o plasma sanguíneo de pacientes que se curaram da covid-19 para curar novos pacientes, outros buscam desenvolver uma vacina que torne o ser humano imune ao coronavírus.

A busca por anticorpos que neutralizam o vírus é uma terceira linha de ação. O problema é que alguns grupos, como idosos, costumam ter uma resposta moderada e podem produzir poucos anticorpos, continuando assim vulneráveis à doença.

Outra vantagem é que, apesar de sua ação durar menos tempo, o anticorpo oferece proteção imediata, como um remédio que cura ou impede a doença, o que também pode ser muito útil aos profissionais de saúde, que ficam em constante risco de serem infectados.

Por isso, os cientistas do novo estudo estão empolgados com o resultado obtido com o anticorpo retirado das lhamas. A orientação continua sendo a de não contar com uma vacina ou remédio em curto prazo e seguir os cuidados para evitar a infecção, ficando em casa sempre que possível e adotando medidas preventivas como o uso da máscara.

Fonte:

Correio Braziliense;

fake news

WhatsApp e Checadores Lançam Robô Antimentira na Pandemia

By | Releases | No Comments

O serviço antimentiras possui um banco de dados de 4 mil fake news em circulação

Nesta segunda-feira (04/05) a Aliança Internacional de Checagem de Fatos (IFCN) lançou um chatbot para checagem de mensagens via WhatsApp sobre o coronavírus.

Para adicionar o chatbot, basta adicionar o número de telefone +1 727 291-2606) a sua lista de contatos, a partir daí, basta encaminhar uma mensagem ao chatbot sobre a pandemia e o coronavírus. O serviço possui uma cobertura de 74 países.

Atualmente, o chatbot só está disponível em inglês, mas sua versão em espanhol, português e hindi será lançada nas próximas duas semanas.

Como foi mostrado em outros posts do blog, o WhatsApp é o principal canal de disseminação de fake news. Por conta de sua criptografia de ponta a ponta, é difícil para o WhatsApp controlar o conteúdo das mensagens que são enviadas pelo app. Com a pandemia o número de notícias falsas compartilhadas pelo app aumentou, causando desinformação e manipulação da opinião dos usuários afetados pelas notícias.

No Brasil as agências de checagem que estão participando são a Aos Fatos, a Lupa e a Estadão Verifica.

Fonte:

Folha de São Paulo (05/05/2020);

Será que precisa ter todo mundo no escritório após pandemia?

By | Releases | No Comments

O sócio da XP, Rafael Furlanetti, diz que algumas mudanças trazidas pela pandemia vão se tornar práticas permanentes.

Uma das maiores corretoras de investimento do Brasil, a XP Investimento, vai começar a rever o planejamento de seus escritórios após a pandemia. De acordo com Rafael Furlanetti, a XP tinha planos para expandir e ter 40 mil m² de escritórios em São Paulo. Mas com a pandemia Rafael se questiona se essa expansão será necessária e se não seria melhor criar mais áreas de convivência para a empresa.

Com a digitalização das empresas em meio o distanciamento social a XP abriu vagas para profissionais do TI. A XP anunciou que possui 200 vagas disponíveis e pretende chegar a 600 vagas até o fim do ano.

A XP foi a primeira empresa a reportar casos de coronavírus e a empresa tomou as seguintes precauções. Primeiro foi feito um isolamento rápido para impedir novos casos dentro da empresa e depois, quando o home office foi inevitável, a empresa agiu rapidamente para garantir que todos os funcionários pudessem dar continuidade as suas demandas.

Rafael também diz como o Brasil vai passar pela crise. “Existe uma liquidez empoçada no mundo que vai ter de ir para algum lugar. Quem vai sair primeiro da crise serão os Estados Unidos e Europa. Só depois, esse dinheiro virá para mercado emergente. A recuperação vai ser mais lenta, mas vai acontecer”.

Fonte:

Estadão;