Com pandemia, vendas online para Dia dos Pais devem crescer 23%

By 4 de agosto de 2020 Releases No Comments
Dia dos Pais

Durante a pandemia a expectativa de crescimento dos e-commerces se confirmou com uma expectativa de crescimento era de 18% mas de acordo com a ABComm (Associação Brasileira do Comércio Eletrônico), deve haver alta de 23% nas vendas, gerando faturamento de R$ 3,15 bilhões para o setor.

Organização é essencial para quem deseja que o presente chegue a tempo para o dia dos pais. O presidente da ABComm, Maurício Salvador, afirma que a pandemia de coronavírus fez com que o tempo médio de entrega aumentasse de seis para oito dias. Para o CMO (Chief Marketing Officer) da Nuvemshop, Luiz Piovesana, o e-commerce está em uma tendência de alta. “A gente consegue entender não só pela data, que puxa o consumo, mas cada vez mais as pessoas estão se acostumando a comprar presentes por e-commerce”, explica. 

“Os novos hábitos forçados pelo distanciamento físico precisaram transformar o digital”, afirma. Piovesana diz que a pandemia fez com que algumas empresas se dedicassem mais ao e-commerce e que este aprimoramento continuará depois da fase de isolamento. A Nuvemshop é uma solução tecnológica de e-commerce, com uma plataforma focada no desenvolvimento de lojas virtuais.

Uma pesquisa da Apas (Associação Paulista de Supermercado) aponta que o setor de mercados de São Paulo espera crescimento de 0,5% para o Dia dos Pais. De acordo com a entidade, “em tempos de afastamento social e ‘lembrancinhas’, os supermercados apostam em vinhos e kits de cerveja, utilitários de churrasco, perfumaria, eletrônicos e vestuário em geral”. 

Gastos com o Dia dos Pais

O valor médio que cada brasileiro deve gastar no dia dos pais é por volta de R$ 373, com a tendência de compra em itens de informática, celulares, artigos esportivos e acessórios. “Quando a gente fala de presente para os pais, o ticket médio vai ser mais baixo do mercado”, diz Salvador.

Fonte:

R7;

Leave a Reply