O celular é o novo cartão de crédito? Pagamentos com celular sobem 30%

By 3 de setembro de 2020 Releases No Comments

Assim como as novas tendências de digitalização que vem ganhando força na pandemia os meios de pagamento também estão se digitalizando. De acordo com a pesquisa feita pelo Capterra mostra que houve um crescimento de 32% no volume de pagamentos feitos por dispositivos móveis no Brasil. 

A pesquisa ouviu 1.002 entrevistados de todas as regiões do Brasil. Segundo o estudo, 46% dos entrevistados usavam os aplicativos de pagamento antes da pandemia. Depois da pandemia, 61% reportaram que usam a tecnologia no dia a dia. No total, 83% dos entrevistados afirmam ter pelo menos um aplicativo do tipo instalado no dispositivo. 

Antes da pandemia, 18% dos entrevistados não usavam a pagamento por digital, contra 5% no cenário atual. Ao todo, 96% dos consumidores que possuem os aplicativos de carteira digital pretendem continuar ou começar a utilizar o pagamento contactless no pós-pandemia. 

O principal motivo para a adoção desse meio de pagamento nos últimos meses é a facilidade de não precisar encostar em nenhuma superfície potencialmente contaminada pelo vírus. 28% dos entrevistados pelo Capterra disseram que o pagamento totalmente sem contato é a principal vantagem desse tipo de aplicativo. 

Novas tecnologias a caminho

Seguindo essas tendências, o Banco Central lançará em novembro o Pix, que deve substituir o DOC e o TED, que são limitados a horários comerciais e custam cerca de 10 reais por transação. Com isso, o Banco Central quer estimular a competição no mercado de meios de pagamentos e democratizar o acesso dos brasileiros ao sistema financeiro. 

Fonte:

Exame;

Leave a Reply