Testes da vacina de Oxford contra Covid-19 voltam no Brasil nesta segunda, diz laboratório

By 15 de setembro de 2020 Releases No Comments

Após paralisação dos testes, devido a um possível sintoma relacionado a vacina, os testes da última fase da vacina contra o Covid-19 feita por pesquisadores de Oxford junto do laboratório AstraZeneca, foram retomados nesta segunda-feira no Brasil.

O Ministério da Saúde emitiu nota no sábado sobre a retomada dos testes em “todos os países participantes” – mas não confirmou a data informada pelo laboratório.

“Cabe destacar que a prioridade da Pasta é a segurança de todos os voluntários envolvidos nos testes, que tem como base o padrão internacional de Boas Práticas Clínicas – seguido com rigor pelo Brasil”, disse o ministério.

Suspensão temporária dos testes

Os testes foram suspensos devido a uma possível reação adversa de uma voluntária, mas não foi encontrada relação do quadro de saúde da voluntária com a vacina.

O jornal “The New York Times”, informou que a paciente que sofreu efeitos adversos teve mielite transversa, uma síndrome inflamatória que afeta a medula espinhal.

A Anvisa diz que “continuará acompanhando todos os eventos adversos observados durante o estudo e, caso seja identificada qualquer situação grave com voluntários brasileiros, irá tomar as medidas cabíveis para garantir a segurança dos participantes”.

Testes no Brasil e compra de 30 milhões de doses

O estudo já aplicou doses em 4,6 mil voluntários no Brasil e a Unifesp afirma que os voluntários “foram recrutados e vacinados, sem qualquer registro de intercorrências graves de saúde.”

O governo brasileiro, por meio do Ministério da Saúde e da Fundação Oswaldo Cruz, assinou um memorando de entendimento com a AstraZeneca que prevê a compra de 30 milhões de doses da vacina, com entrega em dezembro deste ano e janeiro de 2021.

Há acordo de transferência da tecnologia desenvolvida pela Universidade de Oxford e pelo laboratório AstraZeneca para produção local na Fiocruz, com previsão do ministério de início ainda no primeiro semestre de 2021.

Fonte:

G1;

Leave a Reply